Grupo faz arrastão em condomínio no Morumbi

Moradores de pelo menos oito apartamentos roubados foram feitos reféns; já são quatro assaltos a prédios na região este ano

Mais um condomínio de luxo foi assaltado na região do Morumbi, zona sul da capital. Oito ladrões armados de pistolas, revólveres e metralhadora renderam, na manhã de ontem, moradores e funcionários do edifício Barão de Belém, na Avenida Barão de Monte-mór, no Real Parque. Pelo menos oito apartamentos foram invadidos. Os assaltantes roubaram jóias, dinheiro, objetos eletroeletrônicos, telefones celulares e um Audi A6 de uma das vítimas. Até o fim da noite de ontem, ninguém havia sido preso.Segundo a Polícia Civil, um dos assaltantes se passou por funcionário de uma empresa de elevadores e conseguiu entrar no condomínio. Ele usava uniforme. O criminoso rendeu o porteiro e facilitou a entrada de seus parceiros. Eles estavam em três veículos.Moradores foram feitos reféns. Todos foram levados para a lavanderia. A Polícia Civil apurou que pelo menos oito apartamentos foram invadidos. Mas, até a noite de ontem, apenas uma vítima havia procurado o 34º DP (Morumbi) para prestar queixa.O advogado J.V.C.J., de 34 anos, contou à delegada Maria Cristina Mazzarello que foi rendido às 6h20 quando saía para trabalhar. Ele disse que foi levado de volta ao apartamento e teve de entregar jóias, um relógio Rolex, R$ 1.800,00 em dinheiro, roupas de grife e o telefone celular aos assaltantes.A mesma vítima afirmou que teve seu Audi A6 levado pelos assaltantes. O carro foi abandonado horas depois na Rua Ventura José Rodrigues Neto. Esse foi o 16º assalto a condomínio na capital este ano. Só no Morumbi já haviam sido registrados quatro casos.No mais recente arrastão a imóveis de luxo no bairro, na noite do dia 24 de julho, uma quadrilha armada com pistolas e metralhadoras rendeu e assaltou três residências d- um condomínio fechado de 20 casas na Rua Margarida Galvão, a 800 metros do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista. Nem o portão de ferro nem a vigilância na guarita evitaram a entrada do bando.Os ladrões fizeram um arrastão nas duas horas em que permaneceram no condomínio. Levaram dinheiro, jóias, carros, computadores, equipamentos eletrônicos, roupas, eletrodomésticos, armas e obras de arte. A ação foi semelhante à ocorrida no dia 13 de junho em um condomínio vizinho. Daquela vez, porém, os bandidos agrediram as vítimas.

Compartilhar: